• Pr. André Pereira

Morrer Passado para Germinar Renovação

“Esqueçam o que se foi; não vivam no passado. Vejam, estou fazendo uma coisa nova! Ela já está surgindo! Vocês não o percebem?" – Isaías 43:18-19


Não vivam de passado! Deus está fazendo algo novo. Sim, o melhor de Deus ainda está por vir! Estes não são apenas pensamentos positivos. Foi a mensagem do profeta anunciando a libertação da Babilônia, o fim do tempo de escravidão e exílio de Israel. E continua sendo palavra de Deus para nós hoje. É muito mais que um clichê! Em Cristo, Jesus nos libertou do nosso exílio do pecado e está fazendo todas as coisas novas! É o que nos diz os apóstolos Paulo (2Co. 5:17) e João (Ap. 21:5).


Vocês percebem? Na situação do livro de Isaías, muitos israelitas não perceberam: “Contudo você não me invocou, ó Jacó, embora você tenha ficado exausto por minha causa, ó Israel (...) você me sobrecarregou com os seus pecados e me deixou exausto com suas ofensas ” (Is. 43:22-24). O povo não aceitou o exílio como justiça de Deus contra o seu pecado, e começou a flertar com os falsos deuses da Babilônia. Dedicaram seu coração, seus sacrifícios pessoais e vidas a outra coisa: “Não foi para mim que você trouxe ovelhas para holocaustos, nem me honrou com seus sacrifícios” (v.22). Apesar da ação de Deus em salvá-los, muitos não se dedicaram, não quiseram pertencer ao Senhor (43:1, 44:5).


Israel não quis se renovar. Estava presa ao passado. Podemos viver no passado por diferentes motivos. Nostalgia. Orgulho do que construímos, de nossa trajetória. Culpa. Traumas, bloqueios. Ele se torna um troféu em um pedestal, ou um fantasma que nos assombra. E, em todos estes casos, não nos despimos de nossa velha humanidade e suas práticas (Cl. 3:9). Falsos deuses continuam governando nosso coração. E a voz de Cristo nos alerta por meio do profeta: “Esqueçam o que se foi; não vivam no passado. Vejam, estou fazendo uma coisa nova!”.


É preciso aprender a aguardar e buscar com expectativa a vida nova em Cristo. Buscar a face, o caráter, o abraço, o louvor dele continuamente. Como nos ensina Paulo: “esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo” (Fp. 3:13-14). Buscamos nos revestir do novo homem “o qual está sendo renovado em conhecimento, a imagem de seu Criador” (Cl. 10:-17). Que aspectos – bons ou ruins – de seu passado precisam morrer, para que você possa continuar a ser renovado por Cristo? A renovação já começou. Cabe a nós buscarmos cada vez mais dela! Restaura-nos, Senhor! Não nos deixe viver de passado!

6 visualizações