• Pr. André Pereira

Curando Ingratos, Abençoando Inimigos

“Não foram purificados todos os dez? Onde estão os outros nove?" – Lucas 17:17 “Busquem a prosperidade da cidade para a qual eu os deportei" – Jeremias 29:7


Os textos do calendário litúrgico para hoje trazem o relato que Lucas faz de Jesus curando dez leprosos e a carta do profeta Jeremias aos exilados. Trazem também o relato de 2Reis 5:1-15, quando Deus cura o general da Síria chamado Naamã. Em todos estes relatos, temos Deus Trino manifestando sua graça a pessoas que talvez pensássemos que não mereciam.


Dez leprosos se aproximam e pedem misericórdia. Jesus os cura, mas só um estrangeiro volta para dar louvor a Deus (Lc. 17:18). E os outros nove? Foram alvo da benção, do serviço amoroso do Messias... mesmo sem merecer. De uma forma ainda mais drástica, Naamã. Grande guerreiro, general do império sírio, inimigos do povo de Deus. Ouve de uma menina israelita que foi levada como escrava (!) que em Israel há profeta que pode curá-lo. Tenta comprar o favor com riquezas, mas o que Deus pede é humildade e obediência, na simplicidade de se banhar no Rio Jordão sete vezes.


E na carta do profeta Jeremias aos exilados, a ordem de Deus: “Busquem a prosperidade da cidade para a qual eu os deportei e orem ao Senhor em favor dela, porque a prosperidade de vocês depende da prosperidade dela”. Busquem a paz, a Shalom, da cidade que os perseguiu e os levou como escravos. Orem a Deus por eles, procurem formas de servir e abençoa-las.


A mensagem é muito clara: o caráter de Deus se manifesta no amor aos inimigos. Amor que não é apenas sentimento abstrato, mas atitude em favor, serviço promovendo o bem. Ele nos amou quando éramos pecadores, inimigos (Rm. 5:8-10). O amor se manifesta nas atitudes concretas (1Jo. 3:16-17 e 4:7-12).


Na EBD, temos conversado no livro de Apocalipse, que nos convoca sermos vencedores a imitar o caminho de Jesus. O capítulo 5 nos diz como ele venceu e como ele reina. É o cordeiro que foi morto que se assenta no centro do trono (Ap. 5:6). Jesus vence e reina por meio deste amor sacrificial, que cura ingratos, que busca a prosperidade da civilização rival, que perdoa os pecadores e reconcilia inimigos com Deus. Minha oração é que você perceba que este é amor que te alcançou. Minha oração é que este amor encha os nossos corações e transborde em nossas ações e atitudes, sinalizando ao mundo o caráter de Jesus. Como diziam os morávios: “Nosso cordeiro triunfou, vamos segui-lo!”

1 visualização