• Pr. Carlinhos Veiga

O Deus que renova tudo

Em Isaías 43.18,19, lemos “Esqueçam o que se foi; não vivam do passado. Vejam, estou fazendo uma coisa nova! Ela já está surgindo! Vocês não a reconhecem?” Era a Palavra do Senhor para um povo que vivia debaixo da opressão e da mão pesada da Babilônia. Deus dizia: não fiquem remoendo essas coisas no seu coração, esse desejo de vingança. Libertem-se do passado que eu mesmo já redimi. Quem fica preso no passado, torna-se escravo dos seus piores sentimentos. Quando não aceitamos o livramento oferecido pelo Senhor acabamos nos escravizando a outro senhor: nosso ódio, nossa amargura, nossa própria justiça.


Naquele momento Deus estava dizendo a Israel: “eis que faço coisa nova (...) que está saindo à luz”. Aguardem o que farei! Fazer coisas novas é uma das especialidades de Deus. Essa foi uma das características do Criador que mais me encantaram no início da minha caminhada cristã. Ele cria e recria o tempo todo. Sua criatividade é inesgotável. Para um povo cansado da escravidão babilônica, essa era uma boa nova: euangelion (evangelho). Uma boa nova que fala de uma coisa nova vinda da parte de Deus. É o Deus da criação recriando na vida daquele povo.


A vida em Cristo aponta para essa nova realidade. Assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, nós também fomos chamados para andar em novidade de vida. É isso que nos diz Romanos 6.4. Essa experiência da renovação em Cristo é algo constante em nossa vida. Apocalipse 21.5 reforça a ideia: “Aquele que estava assentado no trono disse: ‘Estou fazendo novas todas as coisas!’ E acrescentou: ‘Escreva isto, pois estas palavras são verdadeiras e dignas de confiança’”. Isso é uma realidade. No entanto, a pergunta da parte de Deus é enfática: “você reconhece?” Reconhecemos que Deus é o Senhor que faz tudo novo? Temos descansado nessa esperança cristã, orado e vivido debaixo dessa promessa?


Novos céus e nova terra nos aguardam no futuro, mas Deus já realiza tudo novo a partir de agora em Jesus. Assim, podemos viver a vida trazendo nos lábios o louvor a Deus. É para isso que Ele nos fez: para louvar. Ao invés de termos uma visão negativa da vida, vivendo com o coração amargurado e escravizado, cabisbaixos e derrotados, creiamos que Deus está, agora, realizando algo novo. O seu Espírito Santo, operando em nós, está renovando a vida e a alegria da salvação. É preciso crer e viver debaixo dessa promessa das Escrituras para o povo do Senhor. “Aquele que estava assentado no trono disse: ‘Estou fazendo novas todas as coisas!’ E acrescentou: ‘Escreva isto, pois estas palavras são verdadeiras e dignas de confiança” (Ap 21.5).

8 visualizações